quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

Oásis Perdido


Você é o sol que ilumina meus dias
Eu sou a terra por onde você andeja
Você meu Osíris e eu sua Ísis.

Passa o tempo e longa distancia
Mas é teu beijo a minha chama
O toque da pele é saudade que fere
Amor tão imenso que mal cabe aqui dentro.

Você que vê tantas terras estranhas
Já viu as pirâmides, já viu as montanhas

Sempre o espero e rezo para que chegue logo
A saudade machuca, mas seu toque me cura.

Querido Osíris meu sol protetor
Tão quente seu calor, esse olhar sedutor
Sou sua Ísis, sua deusa da terra
Que tanto protesta em ficar sem seu amor.

O tempo sempre passa
Mas agora você me abraça
Nus sobre as estrelas
O Nilo que ali passa
Nosso paraíso, o oásis perdido.

Nenhum comentário: