sábado, 28 de fevereiro de 2015

Dança

Dói-me dizer
Eu não amo mais você

Seu sorriso torto que detesto
Seu cabelo oleoso eu não quero

Sua voz chata e irritante me enlouquece
Já não quero mais dividir o mesmo cobertor que nos aquece

Agora mesmo reze para eu te perdoar
Se você entrou nessa dança foi para dançar

Não banque a criança deixe logo essa lembrança
Dê-me logo a confiança de te amar.

Nenhum comentário: