sábado, 21 de fevereiro de 2015

Cinelua


A lua
O cinema dos gatos
Dos namorados
E dos boêmios embebedados.

Noite Vagarosa
Às vezes desguarnecida
Conturbada
Lua embriagada.

O luar
Que tanto agrada
Acabo por adormecer
Não recordo mais de nada.

Nenhum comentário: