sexta-feira, 6 de fevereiro de 2015

Botões

E todas essas rosas que foram arrancadas, a fim de quê?
Essas rosas mortas que nada falam só parecem sofrer
Milhares de pétalas jogadas ao chão, sinal de amor?
A morte é o que prevalece, essas rosas mortas que nada pedem
Suas lágrimas que ninguém vê, seus sentimentos que parecem esquecer
Há vida dentro delas, em cada botão a florescer
Elas também esperar a morte assim como eu e você.
.

Nenhum comentário: