quinta-feira, 16 de julho de 2009

ingratidão

É ingratidão
não ajudar aquele que mais lhe ajudou
em plena guerra naquele calor
palavras foram o que te livraram de toda dor
sentimento marcante
as palavras eram como anestesia fazia de conta que a dor ali não estava
sucumbia tudo de graça
aceita ate esmola
e alem de ser um cretino
mal esperava ver a dinastia
nostalgia antiga que acaba com nossos homens
nostalgia antiga que faz lembrar da dor
e também lembrar de bons tempos
aqueles de frio e calor
mares a dentro
folhas a cair
a guerra a lhe dizer que tudo é luz de trevas
que tudo depende do mal
felicidade não existia em tempos de escuridão
isolados do mundo
o triste ilusão
fugir da necessidade
e instintivamente com os olhos a faca enxergar
sim você teve a vontade de se matar
pois sabia que o inferno era onde morávamos
para que somos enganados
fingir e acreditar
fechar os olhos e chorar
caiu no abismo sem esperar
sorriu sem ser tímido e apenas morrer em paz.

Nenhum comentário: