segunda-feira, 4 de junho de 2012

Embriaguez


 Ser o que é ser
Sonhar e não viver.

Transformando o egoísmo em egocentrismo
Olhos fechados para as portas do pessimismo.

Nada que diminua a culpa
Nada que faça a desculpa.

A fumaça aumenta, é dor
O cigarro acaba horror.

E as ruas parecem cada vez mais vazias
Mas é na noite que os olhos se enchem de mentiras.

Não há anjos nem demônios
só antigos sonhos de um embriagado.

Nenhum comentário: