segunda-feira, 9 de abril de 2012

Existência


Será que merecemos existir?
Talvez estejamos em um sono profundo
Em um sonho difícil de sair (um pesadelo)
Tormenta que chega e nos leva para a realidade
É tão difícil de enxergar com seus próprios olhos
Que muitos estão deixando um livro os guiar 
Caminho com minhas pernas e enxergo o futuro
Futuro nada bom para aquele que a enxerga bem

Ilusão
Pesadelo
A existência
A criação
A evolução
A doença
Inocência
Ignorância

Olhos costurados
Bocas costuradas
Pernas de fantoches
Marcha imperial

Morte
Uma nova vida
Pó que alimenta
Carne que petrifica
Alma que acaba
Algo que se alcança
Vida que por fim descansa.


Nenhum comentário: