segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

Sonhos podem trazer pesadelos não estamos livres de nada

Tudo ocorre tão rápido e tem muita coisa vindo ai

Fecho meus olhos por alguns instantes e quando abro vejo o que perdi

Coisas que doem bem dentro de minha alma queria poder negá-las para não sentir

Vejo meu mundo tão pequeno que nem mesmo sei se eu caberei nele ou terei que me diminuir

Não posso pensar em solidão, pois isso parece ruim demais e já não sei onde me esconder

Olhe para o alto, o que você vê? Apenas um céu um universo bem distante daqui

Vou fugir um dia quando minha vida acabar quem sabe vou acabar em pequenos pedaços

Que o vento carregue-me para que eu possa viajar sem pagar.

Nenhum comentário: