segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

Inseticida

O tempo me esmaga como um inseto e pouco a pouco vai se cessando sem hesitar sem poder me despedir do que um dia foi minha vida de tudo aquilo que foi bom de tudo aquilo que pareceu ser ruim, mas dentro de mim pensei que houvesse mais tempo para crer nas coisas que não enxergo, mas procuro saber o que pode ser, depois disso tudo nossos sonhos vão diminuindo ficando cada vez menores que a nossa existência, nossos fracassos são as únicas coisas que virão quando o tempo estiver acabando e quando o tempo acabar talvez iremos desaparecer para sempre, mas não sei de nada só sei que estou viva eu sinto que talvez isso seja real, mas pode ser que não seja e nossa vida seja apenas uma ilusão que vivemos e já estamos mortos sem saber continuamos escrevendo uma historia para nos aliviar escrevendo uma estrada para trilhar e mesmo assim nós erramos estamos em nosso mundo até nossa historia acabar e desaparecer desse lugar, mas poderemos quem sabe escrever mais uma e assim ficaremos felizes.

Nenhum comentário: