sábado, 31 de dezembro de 2011

Minha solidão

Na dor que me consome sinto que sou a companhia de alguém muito morto e distante de mim mas o acolho de forma prestativa que venha pois estou de braços abertos para um abraço te dar.Dentro de mim encontre um abrigo e uma morada pois se por acaso você se perder não irei o buscar tenho muito mais a fazer e a encontrar,sou a mentira da pessoa que não existe,tomara que eu sobreviva em meu mundo invisível onde a pessoa que abrigo é minha própria solidão.

Nenhum comentário: