sábado, 17 de dezembro de 2011

Incrivelmente

Incrivelmente apostei minha vida no nada

a chuva me corta como afiadas lâminas de aço

me protejo dentro dos raios que não me ajudam a dormir

acolhendo-me onde o perigo espelha minha alma

a morte observa calmamente meus passos pequeninos

me arrisco andando na linha do trem de ouvidos tampados

me jogo na selva de olhos vendados

escrevo minha historia sem final planejado

e ainda me culpo por tudo estar dando errado

Incrivelmente apostei minha saída

com todo meu incrivel dinheiro de mentira

assim como todo a minha vida e o resto dela

meus dedos ja levaram embora e sem meus pulmoes não posso respirar

por favor me faça logo parar

Incrivelmente eu apostei

criei minha própria vida

baseada nas mentiras

nas suas mentiras

incrivelmente apostei a sua vida

em troca de toda a minha.

Nenhum comentário: