sábado, 31 de dezembro de 2011

Absorvendo

Sofro pois não sou

sonhou ou se perdeu

em um devaneio chorou

sorriu com as ondas

afogou-se no mar

nos meus sonhos uma esperança

a infancia que nunca chegou

a vida de uma criança se perdeu

e a minha se pagou

juntos as lágrimas a dor

meu coração como uma esponja

absorvendo sentimentos dos outros

pois sou o que foi embora

agora vive no mar.

Nenhum comentário: