segunda-feira, 14 de novembro de 2011

Império

esqueci

de tudo

me perdi

do mundo

mas não ligo

me odeio

e mas fundo

estou me afundando

meu orgulho

nojento mata vocês

sintam a glória

a mentira

que me castiga

é a verdade

que castiga vocês

a doença que me atinge

e a morte que mata vocês

os sonhos desse povo

é maior que seu império nojento

sinta a dor

dessa terra mal lavada

do monstro que criou

a fumaça

incendeia esse mundo

presos dentro de um aquário

o vidro

foi quebrado como planejando

você estão comendo areia

lavando seus ferimentos

com água envenenada

eu não sei de nada

mas se quiser me interrogar

a guerra

está vindo rápido

e foi você que provocou

com seu soro sentimental

foi matando aos poucos

seu império está morto.

Nenhum comentário: