terça-feira, 11 de outubro de 2011

Garota morta

Garota morta
seu coração não tic taqueia mais como um relógio
o sofro da vida em seu corpo vai se esvaindo
o futuro que brilhava em seu olhos
parece agora um belo sonho passageiro
suas mãos não tocam a vidraça
você já não vê tanta graça
caminha sozinha pela praia
nem mesmo pode chorar
suas lágrimas se apagam
suas palavras já não valem nada
só se ouve um eco no fim do túnel
garota morta não precisa disfarçar
seu sangue já não está em seu corpo
deixe com que o vento te leve
vá e apenas se despeça pois nos veremos em breve.

Nenhum comentário: