segunda-feira, 27 de junho de 2011

Acabar

não importa quem amamos
quem vamos amar
se é branco negro ou mulato
se bebe ou fuma cigarro
se sonha sem mesmo dormir
se homem ou mulher
se acredita ou não tem fé

Não importa o que buscamos
ou onde vamos encontrar
um sentido pra vida
um motivo pra amar

Se abrimos nossos olhos
vamos enfim enxergar o que há
há uma certa maldade no olhar
talvez ele destrua tudo
para de novo recomeçar.

Um comentário:

Flávio Antunes Soares disse...

Gostei do texto. Não sei por que, gosto de palavras que denotam fim. "Acabar" causa um impacto na mente, esse tipo de palavra sempre me deixa pensativo.