segunda-feira, 23 de maio de 2011

Simpatia

Simpatizo em lhe dizer
posso até não crer
mas alma eu tenho sim
o mundo não sorri para mim
mas eu considero a ingratidão
não sei qual é minha missão
odeio a fome que me causa
de ver algo que não seja essa desgraça
eu ouso os risos a cantarolar
vejo as pessoas que tanto gostam de se matar
ouso o vento que bate sobre essa prisão
a força de todos para derrubar esse portão
nos deixam com sede de esperança
uma nova e cruel herança
simpatizo em lhe dizer
cortaram nossos laços,estamos a sofrer
no chão meu sangue escorre
e no mundo mais um morre
e eu descasco a ferida morta
uma vida que percorre torta
eu paro e espero uma resposta
agora já estou cansada e morta.

Nenhum comentário: