terça-feira, 22 de março de 2011

Desgraça da alegria

Por mais de um motivo
berrando na natureza me estremeço
causando impacto ambiental em meu coração
então o mundo entra em extinção

Eu viajando dentro de minha mente
buscando uma razão para enfrentar o futuro
no entanto nem meu passado me parece seguro

Me vi festejando
sorrindo para os quadro mortos
e por toda desgraça aparente
algo que veio assim tão de repente

Caminhos, expectativas e uma porção de coisa inoportuna
o que posso fazer se meus olhos choram pela alegria

se meu olhos brilham a cada desgraça da vida
desça as escadas e olhe dentro de minha mente
você entrará algo que não se sente

diga ao mundo que eu não me importo
e tudo que falarem ao meu respeito discordo.

Nenhum comentário: