terça-feira, 16 de fevereiro de 2010

Sonho do espaço

Eu andei sobre as estrelas
Cai tantas vezes à direita e esquerda
Cruzei o mar da via láctea
E quase por um buraco negro fui arrancada

Eu já viajei em um cometa
Conhecia tantos planetas
Seres inimagináveis
E nenhuma crueldade

Já andei em tantas naves
Andei sobre a gravidade zero
Confesso que foi apenas um sonho
Mas será eterno.

Nenhum comentário: