terça-feira, 16 de fevereiro de 2010

Nova era

Vai começar uma nova época
Uma idade uma nova era
Não sei se vai ser bom ou ruim
Se vou aceitar e chegar ao fim
Se os obstáculos vão me impedir de ser feliz

Vai começar tudo de novo
Mais diferente em seus encantos
Difícil porem insubstituível
Tenho que viver pra ver o troféu
No final das costas só a noiva usa o véu

Tantas primaveras
Verões outonos e invernos
Mais vou indo e me cansando
Afinal é mais um ano
De mudanças na minha vida
Tanta luxuria que não me interessa
E coisas que eu quero e me desespero
No final das contas eu me despeço.

Um comentário:

Andy Freitas disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.