segunda-feira, 8 de fevereiro de 2010

Minha vida

Todo mundo tem um pouquinho de maldade
Mais meu sangue parece tão frio
O mundo muitas vezes me parece horrível
Mesmo tão belo e lindo

Eu enxergo com meus olhos
Quem não sabe o que ver não verá
Odeio carnaval
Não gosto da TV, Nem de jornal
O tempo de antes parecia melhor
Se não vivi não verei...É natural

Desculpe mas tenho medo
Ódio e desespero
Vim do mar e voltarei para o mar
Sou apenas pele e ossos
Ser humano que paga tantos impostos

Eu vivi minha vida
E olha só o que deu
Voltarei para minha casa
Depois de tanta luta
E espantar pragas
Estou de volta em minha casa.

Um comentário:

Andy Freitas disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.