sábado, 13 de fevereiro de 2010

Meu fim...

Eu sinto dor mais é sonho imaginação
Se tudo é mentira porque temos coração?

Eu tive um sonho onde o mundo era legal
Sem mentiras e destruição assim tão normal

Eu menti quando roubei seu coração
Pois sabia que ia registrar uma queixa

Eu não sei que sabe andar sempre à direita
Pois sou canhota meu caminho sempre é à esquerda

Eu chorei quando perdi a verdade
Estava no meu bolso mais acabou caindo
Eu mexi em um ninho
De um pobre passarinho e ele voou

Eu quis acreditar que meu cansaço é persistência
Mais é falta de vontade

Eu falo e minto com a facilidade de uma boca suja
Eu sou louca sou humana, louca e desumana
Eu sou aquilo do começo ao fim

Quem sabe meu começo seja aquele final
Triste e sem sentindo tão sentimental
Meu inferno é meu mundo
Meu céu é teu corpo, não me iludo tão fácil
Minha historia é ao teu lado e meu fim eu deixo enterrado.

Um comentário:

Andy Freitas disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.