sexta-feira, 5 de fevereiro de 2010

Eu sinto...Tanto

Eu sinto tanto
Tanto que não sei dizer
Faz dias que não como
Que vontade de morrer

É a dor da culpa que destrói o coração
Aniquila minha alma
Atormenta meu ser

Eu sinto tanto
E não me canso de dizer
Faz dias que não durmo
Sentada sozinha no escuro

É a dor de ter enganado
A mim mesmo a você e a todos
E cada dia me afoga esse sufoco

Eu sinto tanto
Desculpas a mim por mentir
Sou pequena demais mais sei admitir

É a dor se foi
Depois de um tempo
Sozinhos só nos dois
E o que restou se foi.

Um comentário:

Andy Freitas disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.