segunda-feira, 15 de fevereiro de 2010

Agradeço

Eu agradeço sei que não mereço
Tanta gentileza sobre a mesa

Eu agradeço sei que me descuido
Quando a chuva ta forte continuo em cima do muro

Eu agradeço pelas vezes que chorou por mim
Mais não preciso dessa piedade sei cuidar de mim

Eu agradeço por me amar
Mesmo eu tendo deixado você em pleno altar

Eu agradeço por rezar por mim
Não gosto disso mesmo tendo que encarar assim

Eu agradeço por tantas coisas
Pela minha vida pela sua
Pela minha infância tão surda
Onde as notas e os acordes eram tão mudos
E minha voz tão calada

Agradeço por essa jornada
Pela vida tão esquecida

Agradeço pela nostalgia
Que tanto alegra e me traz alegria

Agradeço pelos agradecimentos
Nunca fui digna de conhecimentos
Apesar de agradecer mesmo querendo
Agradeço por agradecer meus agradecimentos.

Um comentário:

Andy Freitas disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.