quinta-feira, 3 de dezembro de 2009

Poesia

É o grande final
Da jornada e da guerra vitoriosa que conquistou
É a mentira sobre a pena
De uma bandeira branca à esquerda
Lutando rima e força pela incerteza
De uma ocasião sem clareza
Não tenho armas nem balas
Só a discreta poesia
Que brinca que rima
E condena os maus casos
Que julga e fortalece a verdade
Poesia não é caridade
É pensamento e dignidade
É rima forte que não se destrói
A luta só é ganha quando o inimigo desiste
Mais a poesia só insiste
Em mudar e a combater o tédio
Poesia é musica é rima
Poesia é poesia é vida.

Nenhum comentário: