terça-feira, 8 de dezembro de 2009

Eu não sou uma santa

Eu não demonstro atitudes santas
Eu nem mesmo sei fingir
Eu não carrego uma cora de prata
Eu não nego minha vida sendo uma estátua

Eu não quebro as rezas
Eu nem mesmo sei rezar
Não tenho terço nem idéias
Que possa de fato me adiantar

Eu não me importo com caridade
Eu não falo a verdade
Eu só entendo de palavras sujas sem nenhuma realidade

Eu não sou uma santa que carrega sua gloria
Eu não sou uma pecadora
Eu sou aquilo que desejo sem nenhum questionamento

Eu só sei que não sou nenhuma santa com vestes brancas
Mais quem sabe eu cure o coração de jovens destruídos pelo amor
Que deixa um enorme buraco repleto de dor.

Nenhum comentário: