domingo, 1 de novembro de 2009

Você não crê

O que posso fazer
Se você não crê
Que o futuro pode ser melhor
Ate mesmo se você não pode voar
Parece distante ate mesmo alcançar
Um olhar, um sorriso é doce o perigo
Não sabe que juntando as cordas
Podemos quem sabe fazer uma escada
Vida sem aventura não vale nada
Existem composições sem nexo e exatidão
Existem formas de enganar a solidão
Um babaca pra você pode parecer um imbecil
Difícil é ver um brasileiro gentil
Tudo sem calma muito menos na pressa
Parece que as tribos por si se detestam
Pessoas a você se molestam
Parece que estão presos pelo amor
Mais se correm risco de acabar caindo
Não sabe mentir
Mais sabe dividir
Mais fácil decidir
Se você não crê
Nada vê
Mais se ama
Um dia alcança.

Nenhum comentário: