sábado, 28 de novembro de 2009

Sobre a vida

O ridículo da vida é não viver
Num movimento em um minuto perco a esperança
Uma fé que voa como a pomba branca
Que vem e volta sobre as pessoas

E todo esse caos sobre o mundo
Que esquece que o importante é viver os segundos
Pode ser tão pouco pra você
Mais pra mim é o suficiente pra se ter

A chuva, várias tempestades
Que vem a molhar tantas almas sofridas
Viver para mim é uma alegria
Sofrer e ser feliz são fantasias

As mãos que são frágeis
O coração que bate
As lágrimas que rolam
Isso tudo na vida é verdade

Não há escolhas erradas
Só escolhas que fazemos darem certas
Ao invés de reclamar
O mundo devia viver em paz.

Nenhum comentário: