domingo, 1 de novembro de 2009

Ninguém vive assim

O que interessa estar a dois
Se momento que preservo eu sei
Que nada se constrói em três
Esta tocando de longe a musica
E eu não posso ouvir
Então eu não te deixo dormir
Movimento de quem sabe
Que com a noite não se brinca
As luzes controlam a estúpida mentalidade
Não pode saber se o futuro
Encaixo-se no mundo que reluz
Em movimento com beijos aumentando
Em movimento como quem pede mais
Que irá duvidar de nós
Parece que tudo que tudo se encaixa
E quando sabe que o mundo só quer saber de si mesmo
As mentiras espalhando-se com o desejo
Sabe do que falo
Melhor se comporta enquanto a droga esta em sua corrente sanguínea
Não se pode saber correndo pela noite
Movimento quem pode duvidar?
Quem sabe você queria também bem
A noite inteira em vai e vem
Ninguém vive assim
E você nao pode também

Nenhum comentário: