sexta-feira, 27 de novembro de 2009

Nem ai

O parado dissimulado tá nem ai
Se beber ou comer ta nem ai
Se sobreviver quer viver mais ta nem ai

Roubando seu dinheiro e o coração
Não ouve, pois tá nem ai pra nada
Se o espírito segue seu alma
Uma nova e boa balada
Cirurgião dentista ou uma lambada
Ele nunca ta nem ai pra nada
Se sente a dor tá nem ai ou até lá

Uma fonte de felicidade lhe dá amor
Egoísta para fazer nada
Pois seu caminho secreto encontrou
E o nada cravado em seu peito ficou.

Nenhum comentário: