terça-feira, 3 de novembro de 2009

Desculpa mas eu te amo

Não tente me esquecer
Sem você meu coração esta dividido em pequenos pedaços
E esta solidão por te querer mais e mais esta me sufocando
Os dias felizes, mais felizes da minha vida
Você sempre foi o que eu queria.

Dizendo a mim que amo o cara errado
Meu coração está em suas mãos
Preciso de você ao meu lado.

Agente se amou mais do que todos sem amam
Nas noites vazias te quis tanto
No eterno tédio de vai e vem de carros
A poeira na rua me fazendo imaginar
Como é triste não ter ninguém pra amar.

Se for para eu não sofrer, não obrigada
Prefiro continuar sofrendo
Agora que estou com meus ossos quebrados
E minha alma amassada
Descobri que sem você não sou simplesmente nada.

Enquanto descarrego meu sentimento em palavras
Fingindo acreditar que isso passa
Meu sentimento se aflige me mata
Sem você eu não sou nada.


Tive sonhos, promessas comigo mesmo
Não posso deixar de amar
Vai ter que se conformar
Desculpa mas eu te amo.

Nenhum comentário: