sábado, 31 de outubro de 2009

A vida brinca comigo...

A vida brinca comigo
A vida é mais perigosa que a morte
Às vezes se tem sorte
O fogo pode não machucar
Mais quem sabe o amor crave um espinho em seu coração.

O lago da razão onde despejo meus sentimentos
É bem mais forte que uma ilusão
Remando sobre aqueles que não resistiram
É só vida,doce como a sorte
Mais perigosa do que a morte.

O amor o persegue, a vida brinca com você
Mentiras e verdades todos em beldade
Cabos de força eletrocutando a mente
Doendo queimando aquele que sente
O inferno pode parecer bem mais celestial
Olhando para céu parece enxergar o mal.

Não somos brinquedos da vida
Fazemos-nos a vida
Colocamos tijolo por tijolo
Mais apenas com um pequeno vento podem cair
Seria muito mais fácil conseguir dissuadir.

Em meio à loucura da vida e um circulo de proteção
Não tolere a mentira deixe o fogo agir
Anestesia para a vida tem aqueles que decidiram nunca desistir.

Um comentário:

Lucas disse...

Um poema que representa como a vida de todos pode ser complicada, envolvendo românce e perigo e as mentiras que nos rodeiam.