terça-feira, 6 de outubro de 2009

a esperança de esperar

Pra quer esperar?

se o mundo não espera por nos

desperdiçando a verdade e molhando os pés

minha raiva não se esconde ela se desmancha em sangue

flores a florescer no gelo é só ilusão

se a angustia me despreza sou fraco então

num momento você me diz "tudo vai e nada volta"

será que não sente pena de mim?enjaulado como um animal

se foi fácil forma o mundo do nada então porque não destruir ?

perguntas sem respostas e eu sem você

pensei que o mistério ninguém sabia

e que o medo tinha escondido-se em meus olhos

partindo as lágrimas chegando ao coração

não provoque o pobre ele quer comida não seu tesouro

alguns tem fome de livros outros de valores

mais algumas certezas estão cercadas a decência de todos.

Nenhum comentário: