quarta-feira, 28 de outubro de 2009

amor lindo,louco e doentio

Amor doentio
Totalmente louca de paixão
Não sou uma completa imbecil
O amor se sente quando o coração da gente já começa a suspirar
Quando os olhares se cruzam e não conseguem mais parar
Amor com que perco a razão
Esqueço dos meus sentidos e perco a noção.

Amor, céu estrelado
E um jeito de esperando alguém
Falar te ligar ou até mesmo pensar
A loucura de um amor enroscado
E as nuvens não conseguem me impedir.

Loucos pela fantasia
Romeu e Julieta
Pensam que o amor nada impede
Mais na verdade nem se mede
Loucos como Shakespeare que dizia como belo era amor.

Gangorra de sonhos equilibrada
Eu não vejo mais a estrada amassada
O amor é o que vejo beija-flores e percevejos
Amor é isso e aquilo lá,
Não vejo certezas e nem mesmo razões
Mais não há como não amar.

Nenhum comentário: