sexta-feira, 25 de setembro de 2009

ilusões

Estamos sempre fora de controle
era de desentendimentos e de dicusões
as ilusões nada prestam sem harmonia
a intensidade em que as coisas acontecem
em necessidade em que as coisas acontecem
quem é louco nunca se esquece
aquela crueldade de anjos e demónios
demónios que não conhecem a mente
a mente dos malditos anjos
na intensidade que os demónios somem
anjos do inferno nascem a cada dia
no escuro ou ate mesmo de dia
exorcize a sua alma
exorcize sua vida
apague da memoria a ideia de anjos bons e demónios maus
são todos iguais cruéis e incrédulos
rezar não adianta
escapar não da em nada
vire um anjo ou demónio
salvação não existe mais.

Um comentário:

njlo75 disse...

MUDANDO minha URL

seu blog está fantástico,ótimos postes.mas ainda estou esperando sua visita http://desenhospoeisiascomportamento.blogspot.com/ abraços...me segue no twitter @nilsinho75.abraço.