segunda-feira, 14 de setembro de 2009

Derrota hoje?

Cena de um dia qualquer
programado pra mostrar a dor
mãos sangrando na terra
o herói esta vindo ele já esta derrotado
e o trem com os mortos armados
destruindo a mim e a você.

Um grito de socorro
desligue a televisão
durma essa noite
uma parada para comer enquanto o fim não chega
tempestade de raios
queimando minha mente
e agora mais uma vez sufocada com as águas malignas
nada posso fazer agora
sentar e chorar?
já fui derrotada antes.

Tento deixar pra traz mais uma vez
fazer o sol aos poucos nascer
um abraço diz que a paz voltou
o amor nasce das minhas veias e viaja ate o coração
derrotas existem,digo não a morte
meu poder vem da mente obedecida pelo coração.

Rasgando velhas recordações
queimando velhas fotos que se passaram
espero dois dias para chorar
enquanto imagino armas contra corações
mentiras vencidas de expressões
antigas suposições
dando adeus ao ser medroso que habitava meu coração
nada de voltar para orações
adeus ao castigo e inflamações.

Nenhum comentário: