sexta-feira, 28 de agosto de 2009

dia de chuva

Dia de chuva
escondida atraz de um guarda-chuva
ali pensando em despedida
um paletó um vestido
caso mau resolvido
casamento adiado e destruído
lágrimas de crocodilo.

Não me faça voltar
nem implorar pelo seu amor
não,não,não vou sofrer novamente.

eu sofri apenas eu e a solidão
você na festa se embebedando
eu em casa chorando
como as pessoas mudam
de amável pra babaca.

Não vou voltar nem implorar pelo seu amor
deixe a tempestade passar e eu te esquecer.

Nenhum comentário: