domingo, 5 de julho de 2009

luxos e dinheiro

Todos controlados por dinheiro
todos manipulados por luxos
nada salva os insalváveis
a doença mata
o remédio droga que cura
não que eu não esteja segura
simplesmente sei que vou morrer sozinha
o dinheiro não ira me fazer viver
suas lágrimas não vão me fase voltar
passa o tempo como que se fosse em cinco minutos
acaba a vida naquele instante sem alegria
agulha machuca
e o choque não me faz ressuscitar
a escuridão invadiu meus olhos
e a boca mastigou meu coração
todo o dinheiro do mundo agora não vale um tostão.

Nenhum comentário: