domingo, 19 de julho de 2009

submundo

Abuso de poder
nunca estive tão consciente
quando percebo algo errado
existem varias maneira de se prever o inesperado
a morte não se prevê se sente
um curativo segura e prende as marcas feridas
já esta noite
e nada parece estar vivo
eu ouso o som dos sinos
anunciam ao mundo palavras ditas a sentido nenhum
nada é igual
porque quando vi a verdade acreditei
eu sei ate da luxuria dos homens
controlando o mundo pelo grito
os ventos da caverna do submundo
atacam os sentimentos do mais ignorante dos homens
destroi sua mente
e substitui por ilusões loucas
uma voz baixa fala e você ouve
falando de vários
falando de muito
encarando um plano para acabar com o submundo.

Nenhum comentário: