terça-feira, 30 de junho de 2009

crime exposto

Morremos todos os dias
de amor de depressão ou de agonia
e alguns sofrem por se prenderem a caminhos distantes
No lado inconsequente da vida,
a única maneira de ser livre é estar preso
preso a boas lembranças do passado.

Fugir não adianta
a matança continua
a destruir a sociedade
contas a não serem acertadas
fianças a serem pagas
bandidos soltos crime exposto.

Temos que deitar no chão e rezar
antes de morrermos com uma bala cravada no coração.

Um comentário:

blog da bia disse...
Este comentário foi removido pelo autor.