segunda-feira, 25 de maio de 2009

LEMBRANÇA

O orvalho chora ao amanhecer
minha vida não se acaba ao anoitecer
minha forma se muda
conforme as fases da lua
minha mente gira
como a terra se movimenta ao redor do sol.
O universo é infinito
assim como minha imaginação
e o brilho das estrelas
radiante como meu coração.
E o buraco negro
é todo mal que gira ao meu redor
o sol maior que a terra
assim como eu sou menor
as pessoas a quem me inspiro.
O planeta um dia se acaba
pois sua jornada terminou.

Oh minha vida tão gloriosa fostes
e o caminho escolhido certo
mas no futuro quem sabe serei lembrada
pois fui sozinha que escolhi essa jornada.

Nenhum comentário: