terça-feira, 26 de maio de 2009

Amor

Crime maior que amor
nunca eu vi
uma simples angustia
se for pra sofrer prefiro ficar em casa
mas se for por amor
eu vou
amor é demais
me trás paz
sou feliz
e insisto em sorrir
mesmo sem coração
a paixão me domina
parece ate heroína
me deixa tonta e me manipula de alegria
me gira.
Se fosse tão simples aceitar
não veria pessoas a gritar
paixão é um risco
amor é um vicio.
Coração confiscado
continua calado
vivendo com o belo príncipe de cavalo alado
mas por ele não sinto amor
sinto medo e terror.
Meu amor põe-se morto ao meu lado
tomei veneno pra morrer
pois sem ele não sei viver
quando eu ia tomar ele despertou
e num ardente beijo de amor
meu coração pulou
meu amor simples e doce chegou
estou completa
como as rochas sentem a água da cachoeira cair
sinto-me completa como as águas do mar.



                    

Nenhum comentário: